You are currently browsing the tag archive for the ‘cetim’ tag.

Encerrando a série sobre cuecas, já que elas bombam aqui no blog, este post é sobre uma coisa quase tão nova quanto usar cuecas boxer aqui no Brasil: a calça caindo.
Alguns anos atrás, mais ou menos uns 10, usar cueca pra fora da calça era impensável, obsceno e, talvez até, feio. Hoje em dia só dá isso aqui e ali. Eu uso quase o tempo todo. Normalmente com calças (as cuecas variam, de lycra a de cetim ou de algodão comum) ou bermudas, mas, às vezes, com short também.
O mais comum é ver os caras de jeans com a calça caindo, mas ultimamente, se usa mesmo com tudo: das bermudas cergo, aos bermudões de praia e até a shorts comuns (não sou só eu, como dá pra ver na galeria abaixo). Nos Estados Unidos, o mais comum são as calças largonas, muitas vezes de jeans brilhante, ou as calças de nylon, devido ao basquete. Também é comum usar shortões de basquete baixo e a cueca pra fora. Como lá eles usam a cintura muito alta (bem ao contrário da gente) eles deixam a cueca quase no umbigo e a calça caindo quase na virilha. Lá eles chamam isso de sagger (arqueado, vergado). Aqui, às vezes é chamado de “cueca aparecendo” ou “calça caindo”.
O nome tanto faz, mas que alguns caras usam as calças quase caindo mesmo (às vezes até usando cinto) e deixam a cueca à mostra com uma barriguinha tanquinho, ah usam… pra nosso deleite… hehe 😀

Ainda na onda cueca, eu não podia deixar de postar sobre o meu tipo preferido: as cuecas de seda.
Elas não são de nylon (nem de seda, na maioria das vezes. são mesmo é de cetim), mas são tão brilhantes e quase tão macias quanto.
Na época que eu tinha poucos shorts, me virava com uma ou duas sambas de seda também, pois eram mais baratas. E eu podia usá-las o tempo todo por debaixo da bermuda ou da calça!! As minhas eram estampadas, mas depois fui caçando as de cor única. São mais difíceis de se encontrar, mas são muito mais tesão (dependendo da estampa, parece coisa de velho…. 😦 ).
A maior parte das fotos abaixo são de sites gringos que vendem roupa íntima. Mas, procurando, não é difícil encontrar samba-canções de cor única em lojas como Renner, C&A e Riachuelo. Mas infelizmente elas não vêm acompanhadas de caras tesudos como os da foto 😉
Com a moda da calça caindo (sagger) elas tem aparecido mais aqui e ali. O negócio é tomar cuidado pra calça não cair de vez: como elas são mais lisas e macias, dependendo do peso nos bolsos a calça cai mesmo.

Ainda falando sobre calções de boxe, afinal, nylon é o meu principal fetiche. 😉
B-cole
Por idéia de outro pensei em comentar de vez em quando aqui, sobre alguns vendedores do eBay, já que algumas fotos eu tiro de lá. Algumas fotos são simplesmente do produto, em outras, os caras (normalmente musculosos) parecem fazer questão de usar as roupas pra mostrar como ficam, o que torna tudo mais interessante pra quem curte roupas. hehehe
Lá nos Estados Unidos os caras compram e vendem muito short usado. Como são usados, são melhores que essas porcarias de algodão de 5 anos pra cá que comentei. E tem vários vendedores que só vendem shorts e coisas assim. Alguns vendem tênis, outros lycra, roupas de motoqueiro, etc.
Mas o lance é que… hmmm… e só de pensar que o short é usado… nossa 🙂 Curto fazer umas buscas por lá.
Esse vendedor, b-cole, não vende shorts usados. Vende roupas de boxe novas. De shorts, a calças e roupões. Tudo de cetim macio e brilhante. Tudo caríssimo também, mesmo em dólares. Imagina convertido pra reais… O foda é que não tenho idéia de onde achar roupas sequer parecidas com essas aqui no brasil. Não conheço nenhuma loja especializada em boxe.
As roupas que esse cara vende são de um brilho maravilhoso, de dar água na boca!
Quem me dera se os calções de futebol ainda fossem feitos desse tecido!!

Atenção! Olha lá, hein!

Esta página contém textos e fotos de caráter ADULTO e de conteúdo GAY. Portanto, menores de 18 anos ou heterossexuais se que não se sintam à vontade com o tema NÃO DEVEM navegar pelo blog, ok?
maio 2017
D S T Q Q S S
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

  • 6,251,737 acessos

Os mais clicados

Visitas