You are currently browsing the monthly archive for abril 2009.

Esportes aquáticos são outro grande fetiche.
Os caras estão quase nus, tem corpos esculturais e estão sempre molhadinhos.
Natação, saltos ornamentais, pólo aquático. Todos os caras são uns armários.
E, pra quem curte lycra, é um delírio. Até porque, cada vez mais eles usam aqueles maiôs que cobrem o corpo todo.
Eu particularmente, prefiro a sunga. Ou então as bermudinhas ou calças, sempre com o cós lá embaixo, quase deixando ver pêlos pubianos. hehehe São um tesão. E todas elas são feitas assim: calçãs ou bermudas de cós baixo.
Já aqueles maiôs de corpo inteiro, que o cara tem que abri logo que sai da piscina, senão o zíper rasga, não me atraem. Pra quem gosta é um prato cheio, mas pra mim, parecem peixes ou tubarões na água. Meio esquisito…
Sem falar que quanto mais rico o país for (EUA), melhor vai ser o nadador. Os pobres (africanos, sul-americanos e asiáticos) usam sunga e rezam pra marcar tempo.
Daqui a pouco vão jogar os maiôs n’água e ver qual deles chega primeiro.
A última foto mostra a comemoração dos norte-americanos quando ganharam o ouro no revezamento em Pequim. Foi nojento ver o antipático do Phelps ganhar mais um ouro pros EUA, mas foi uma das cenas mais másculas que já vi: homens másculos, molhados, de peito desnudo, urrando como animais. Não pude deixar de me sentir excitado quando vi aquilo. Masculinidade à flor da pele.
Melhor do que isso, só o saltador ornamental australiano, Matthew Mitcham, que é gay assumido e foi medalha de ouro em Pequim. Infelizmente tem namorado (feliz do namorado dele).

anuncio-mizuno

Assim como para quem curte shorts ver um cara nu não é tão interessante (não que não o seja, claro, afinal, somos gays 😉 ) quanto quanto ver um cara usando calção, (especialmente se a barraca estiver armada), para quem curte tênis e tá sempre olhando pro chão, ver um cara nu usando tênis é mil vezes mais tesão.
E é óbvio que a indústria de calçados sabe disso, como eu já comentei aqui no blog.
Exemplo disso é mais uma campanha apelativa de marca de tênis, dessa vez da Mizuno, que encontrei no site da Bayard enquanto navegava pela internet. Até comentei a imagem (que era em flash, no original) com um amigo no MSN quando encontrei, tão sexual que é a campanha.
Tá certo que desde os gregos, esporte e sexualidade andam juntos. E este é o mote deste blog. Mas, as campanhas de tênis têm partido descaradamente pro fetiche nos últimos anos. Pra alegria de quem curte.
Quem vai mais pro lado shortênis, como eu, fica sentindo falta de alguma coisa.
Ok. Nem só de calção vivem os fetichistas do Brasil. Mas é claro (até pela enquete do blog) que o número de caras que curtem calção é bem superior a quem curte tênis.
O número de comentário nos posts sobre cuecas e sobre shorts também é maior.
Mas, como o Batendo Bola é democrático. Deliciem-se sneakerheads:

Dessa vez o post começa um pouco diferente. Com fotos e depois o vídeo. E não o contrário, como tenho feito.
Simplestemente porque, enquanto o Cristiano Ronaldo bomba nos blogs e sites de fofoca, parece que o é o Michael Ballack que bomba no YouTube. Este post, então, é especial pra esse cara que proporciona tantos momentos bons em campo (pelo menos pra nós).
O último vídeo, em especial, é até editado com os “melhores momentos” do alemão durante os jogos. Já começa com um jogo contra o Brasil, em que ele dá aquela pegada numa barreira. Depois de short vermelho dando outra pegada e, depois, sem camisa, só de calção branco (com a camiseta do Brasil no ombro. Adoro quando eles trocam a camisa!).
Mas o cara pareceu que realmente manda bem. Basta digitar o nome dele no Google Images que, na maioria das fotos, ele vai estar com um belo volume no calção.



O vídeo foi editado por uma garota (“miss ballack”, pelo que ela assina) com uma música mais do que apropriado do Bloodhound Gang . Antes, uma introduçãozinha a lá Discovery Channel:

But, there are several other very important differcences between human beings and animals that you should know about it
Mas, há muitas outras diferenças bastante importantes entre seres humanos e animais que vocês devem saber

You and me / Você eu eu
Baby ain’t / Baby, não somos
Nothing but mammals / Nada além de mamíferos
So let’s do it / Então vamos fazer (transar)
Like they do on the Discovery Channel / Como eles fazem no Discovery Channel

Alguém aí ia recusar um convite assim do Ballack? 😉

É, Carnaval depois da Páscoa não existe. Mas vendo esse vídeo num blog qualquer aí, me lembrei de como curti esse comercial da Nova Schin 40 dias atrás, quando estávamos na época de carnaval.
A única coisa que me importava (e de que eu realmente lembro) eram esses carinhas dourados pulando só de shortinho bem brilhante e também dourado. E seus volumes pulando junto com eles. Maravilhoso. Tesão. Ótimo motivo pra curtir sozinho quando só está você e seu calção 😉 hehe
Era uma cena bem rápida, mas graças à internet e ao YouTube dá pra ver quantas e quantas vezes quiser.
No vídeo abaixo não dá pra ver tão bem, mas dá pra ver melhor em alta definição clicando no botão HD.
Nunca é tarde pra ver calções brulhantes volumosos, seja Páscoa, Tiradentes, São João, República, Orgulho Gay, o que for… hehehe

De quebra, o vídeo com o making of, com mais caras de short dourado (esses sim, dourados, não como o do Sérgio Ramos, no outro post):

Ah… como eu queria conseguir um short desses! Se ao menos eu trabalhasse na produção do vídeo! hehehehe

Feriadão!
Feliz Páscoa pra todo mundo!
E, pegando carona na zoação do Pânico quando vai a praia e sempre que Vesgo e Sílvio vêem um cara de sunga branca dizem que acharam um ovo de Páscoa, aí vão alguns “ovos” nas melhores embalagens que este blog sempre mostra: tecidos sintéticos e roupas esportivas!

Aproveitem!

Atenção! Olha lá, hein!

Esta página contém textos e fotos de caráter ADULTO e de conteúdo GAY. Portanto, menores de 18 anos ou heterossexuais se que não se sintam à vontade com o tema NÃO DEVEM navegar pelo blog, ok?
abril 2009
D S T Q Q S S
« mar   maio »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

  • 6,251,737 acessos

Os mais clicados

Visitas