Gostar tênis é uma coisa meio de europeu e estadunidense. Lá, os sneakers são mais baratos e os caras que curtem compram aos montes. E, enquanto nós aqui no Brasil usamos chinelo em casa, lá eles usam tênis o tempo todo. Tanto que havainas é novidade pra eles.
O número de caras que tem tesão por tênis é baixo ainda no Brasil. Até porque, muitas vezes, é um costum “importado”, ou seja, os caras viram o fetiche na internet e passaram a curtir também. Tem alguém lendo isso que é assim também?
Na Europa e nos Estados Unidos o tesão é tão grande que as marcas fazem edições limitadas. Os caras fazem fila e dormem na port das lojas pra comprar lançamentos. Criam blogs, MySpaces e comunidades sobre tênis. Alguns de forma disfarçada e discreta, outros mais explícitos. Se você chegou até este blog, é porque provalvemente tava procurando por algum desses sites.
Como o tênis é um fetiche que dá pra disfarçar, os caras fazem festa onde servem bebida em tênis. A galera bebe sem ter a mínima de que tem gente armando a barraca com aquela cena.
 

Os caras gostam do cheiro do tênis. Seja tênis novo ou suado, usado. Outros abraçam e tem carinho pelos pisantes. Lambém a língua, a sola, chupam os cadarços.
Alguns caras preferem os fedidos, com chulezão. Outros preferem os limpinhos. Alguns descarregam neles enquanto outros preferem não sujá-los.
Mas assim como quem curte short, lycra e outras roupas em geral, quanto mais melhor. Quanto mais pares juntos, mais gostoso.
Como tênis vem em pares, é perfeito pra que curte: um vai no rosto, cheirando ou lambendo e o outro vai lá embaixo, mandando ver.